As melhores casas noturnas de São Paulo

Quem ai não gosta de um cineminha? E de praxe todo Paulista ir ao cinema pelo menos uma vez ao mês. Ainda mais com os maravilhosos filmes que estão sendo lançados nesses últimos tempos.
Os relacionamentos estão crescendo cada vez mais, muitos casais também buscam um cineminha para poder ficar mais avontade.

São Paulo é muitas vezes considerada injustamente como uma cidade feia, chata e movimentada, sem nada para os turistas fazerem. Na verdade, é cheio de belezas urbanas, com muito o que fazer, e até o trânsito não é tão ruim quanto o Rio de Janeiro preferido dos turistas.

Mas até as pessoas que falam mal de São Paulo vão concordar em uma coisa: a vida noturna paulistana é a melhor do país e uma das melhores do mundo. Com uma enorme seleção de clubes, cenas e estilos musicais, bem como festas independentes e espontâneas e noites que se estendem até a manhã seguinte, não existem muitas cidades no planeta que chegam perto de baladas em São Paulo.

Se você não está em São Paulo, e não tem esse privilégio, pode acessar um site de acompanhantes em Londrina, e conseguir uma companhia para sua noite

Aqui estão alguns dos melhores clubes de SP.

D.EDGE

Provavelmente o mais importante clube de música eletrônica do Brasil, o São Paulo’s D.EDGE é bem conceituado em todo o mundo por seu incrível design, sistema de som e excelente música.

Mesmo que a marca de música eletrônica conceitual e deep house do D.EDGE não seja sua praia, talvez valha a pena uma visita apenas pelo ambiente. O clube foi projetado pelo artista plástico brasileiro Muti Randolph e tem um extraordinário ar de vanguarda / era espacial.

Love Story

Apelidado de “O Clube de Todos os Clubes”, Love Story se tornou uma espécie de lenda da noite paulistana. Com festas que só acontecem por volta das 3 da manhã e duram quase até a hora do almoço do dia seguinte, é o lugar ideal para os verdadeiros adoradores de baladas. Conta-se que o músico Nick Cave, quando morou em São Paulo entre 1990 e 1993, passou a maior parte das noites em Love Story, enquanto o ex-boxeador peso-pesado Mike Tyson foi preso lá em 2005. A dupla britânica de house Layo & Bushwacka! escreveu seu famoso single de 2002 “Love Story” em homenagem ao clube.

O público é bastante eclético, frequentemente frequentado por celebridades, os muito ricos, traficantes de drogas e trabalhadoras do sexo fora de serviço (na verdade, o clube foi originalmente criado para atender quem trabalhava até tarde), e embora isso possa parecer um pouco assustador para alguns, a atmosfera é realmente emocionante, todos estão lá para se soltar e se divertir, seja qual for o estilo de vida de onde venham.

O layout e a decoração de Love Story são reminiscentes dos melhores clubes eletrônicos de Amsterdã e Ibiza, com incríveis efeitos de luz e um ótimo sistema de som. Os preços podem ser bem altos, mas vale a pena pela experiência.

Trackers

Localizada no centro histórico de São Paulo, a Trackers é provavelmente a mais concorrida das discotecas alternativas da cidade, sempre atraindo multidões nos finais de semana. Situado em um antigo prédio de apartamentos, o clube tem muitos espaços variados com boa música e bebidas razoavelmente baratas, trazendo um público jovem e descolado razoável.

Em termos de decoração, Trackers opta por um visual um tanto underground, Clockwork Orange, com corredores labirínticos que levam você pelas várias pistas de dança do clube. Por atrair o público alternativo, a música geralmente é rock, new wave e um pouco indie, mas não é surpresa encontrar DJs que tocam hip hop, house ou até algo um pouco mais vanguardista. Como sabemos, uma das partes mais importantes de uma boate é a área para fumantes, uma chance de escapar do barulho e pegar um pouco de ar fresco. A área para fumantes do Trackers é uma varanda que, embora um pouco pequena para o quão popular é a boate, oferece uma vista deslumbrante do centro de São Paulo à noite.

Casa da Luz

Um dos melhores novos clubes inaugurados em São Paulo nos últimos anos, a Casa da Luz é um local verdadeiramente único. Dentro de um renovado 19 th mansão do século em frente ao imponente estação de trem de Luz, a decoração é rústica e boêmio, e todo o lugar tem um tipo de corajoso, DIY vibração. A música varia de samba e jazz descontraídos a trap e hip hop mais pesados, então fique de olho na programação deles para saber o que você vai fazer.

Quem ai não gosta de um cineminha? E de praxe todo Paulista ir ao cinema pelo menos uma vez ao mês. Ainda mais com os maravilhosos filmes que estão sendo lançados nesses últimos tempos.
Os relacionamentos estão crescendo cada vez mais, muitos casais também buscam um cineminha para poder ficar mais a vontade.

Temos uma grande novidade para vocês, em setembro inaugurou um cinema a céu aberto aqui em sao paulo.
Esse cinema fica no Jockey Club da cidade e conta com uma tela de 325 m².
e um enorme espaço reservado para assistir seus filmes favoritos.
Contando com uma capacidade para 1300 pessoas.

Uma tela gigante contando com 1300 cadeiras e uma tela gigantesca, esse e o cinema de céu aberto, rodeado por sua linda cidade.

Endereço: Jockey Club | Rua Dr. José Augusto de Queiroz, Portão 1 – Cidade Jardim, São Paulo (SP)
Telefone: (11) 2161-8300
Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *